Notícias Novembro Azul Novembro Azul 2018

Monumentos públicos da capital ganharão iluminação especial para o ‘Novembro Azul’

A iniciativa visa chamar a atenção do homem para o cuidado com a saúde e a importância do check-up regular para prevenção de doenças.

 

São Paulo, outubro de 2018 – Com o objetivo de alertar os homens sobre a importância de cuidar da saúde, sobretudo para prevenir o aparecimento do câncer de próstata – já que é a doença mais incidente no sexo masculino em todas as regiões do País, exceto o câncer de pele não melanoma -, a SBUSP (Sociedade Brasileira de Urologia de São Paulo) dará início à campanha de conscientização “Homem moderno se cuida – procure o urologista”, em todo o Estado e por ocasião do Novembro Azul.

A partir do dia primeiro de novembro, com o apoio do Departamento de Iluminação Pública – ILUME, da Prefeitura de SP, seis monumentos públicos da capital paulista serão iluminados como a Ponte Octávio Frias de Oliveira – chamada popularmente de Estaiada, Viaduto do Chá, Edifício Matarazzo (Sede da Prefeitura), Biblioteca Mario de Andrade, Monumento às Bandeiras e o Monumento da Independência no Parque da Independência.

Poucos sabem, mas o movimento teve início na Austrália em 2003, liderado por um grupo de homens que combinaram de deixar o bigode – símbolo maior da masculinidade, para, assim, atrair a atenção do maior número de pessoas possíveis. Ganhou o nome de “Movember Foundation”, aproveitando as comemorações do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata. Atualmente, é realizada em mais de 20 países, conquistando muitos adeptos, inclusive no Brasil.

Balanço divulgado pelo INCA – Instituto Nacional do Câncer, revela que são estimados 68.220 novos casos de câncer de próstata até o fim de 2018 no Brasil. Atualmente, cerca de 20% dos pacientes são diagnosticados em estágios avançados, embora tenha ocorrido um declínio importante nas últimas décadas, em decorrência de políticas de rastreamento da doença e maior conscientização da população, de acordo com a SBU.

“A única forma de garantir a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce. Homens a partir dos 45 anos e com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem procurar o urologista para que sejam informados sobre os benefícios do rastreamento, e se defina uma estratégia personalizada de avaliação e acompanhamento”, alerta Dr. Flavio Trigo, presidente da SBU – seccional São Paulo, professor Livre-Docente de Urologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Na fase inicial, não apresenta sintomas e, quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura. A ausência de sintomas não significa que não há problemas. Por isso, é necessário estar com os exames preventivos em dia. Os sinais da doença na fase avançada são: dor óssea, dores ao urinar, vontade de urinar com frequência e presença de sangue na urina e/ou no sêmen.

Já entre os fatores de risco mais comuns são o fator genético, ou seja, casos de pessoas na família com histórico de câncer de próstata: pai, irmão e tio, obesidade, idade e pessoas da raça negra, aonde a incidência de casos é maior. A Sociedade Brasileira de Urologia mantém sua recomendação de que homens a partir de 50 anos devem procurar um profissional especializado e o rastreamento deverá ser realizado após ampla discussão de riscos e potenciais benefícios.

Estão previstas, ainda, caminhada de conscientização no Parque do Povo, ação de conscientização nos pedágios das rodovias estaduais administradas pela CCR AutoBan, inclusão da campanha em todos os visuais no GRU Airport que recebe, diariamente, cerca de 300 mil pessoas por dia, além de apoio e ações em parceria com o Sport Club Corinthians.

A SBU-SP

A Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) é uma entidade médica, com 90 anos de fundação, que congrega mais de 4.500 mil médicos associados em todo o País, sendo 30% relativos ao Estado de São Paulo. Sem fins lucrativos, representa os profissionais da especialidade de Urologia clínica e cirúrgica, responsável pelo diagnóstico e pelo tratamento das enfermidades do sistema urinário, de ambos os sexos, e do sistema genital masculino. Realiza desde 2004 campanhas anuais de conscientização do câncer de próstata para aumentar a sobrevida de pacientes acometidos pela doença.

Público