Notícias

SBU-SP comemora 50 anos de vanguarda, história e comprometimento com a Urologia no Estado de SP

Trabalhar incessantemente para o fortalecimento de uma classe médica atuante e unida. Esse é um dos pilares que sustenta a atuação da Sociedade Brasileira de Urologia – seccional São Paulo, desde sua fundação pelo Dr. Roberto Rocha Brito, em 01 de agosto de 1969, na sede da Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas, no interior paulista, sendo palco para as primeiras reuniões de trabalho.

Participaram desse encontro, compondo a primeira diretoria, os médicos Dr. Augusto Amélio da Motta Pacheco, Dr. Roberto Rocha Brito, Dr. Wilson Simas, Dr. Nelson Caprini, Dr. José Albuquerque e Dr. Hamilton José Borges. O bastão da presidência foi passado, no mesmo ano, ao Dr. Augusto Amélio de Motta Pacheco.


A partir da segunda diretoria até o ano de 1974, as reuniões foram realizadas na sede da Associação Paulista de Medicina. Em 31 de outubro de 1997, foi inaugurada a sede própria da SBU-SP, na Rua Cuxiponés, no bairro das Perdizes, pelo Dr. José Carlos Souza Trindade.

Três anos depois, em 27 de março de 1980, o escritório foi transferido para a tradicional e conhecida Rua Augusta pelo Dr. João Atila Rocha. Somente em 2005, pelas mãos do Dr. Aguinaldo César Nardi, a sociedade ganhou nova casa, instalada na Rua Tabapuã, no Itaim Bibi, onde permanece até hoje.


Este ano, a SBU-SP completa cinco décadas de muito trabalho e dedicação, e tem muito a festejar. À frente da SBU-SP, na condição de presidente e desde sua criação, já passaram 26 urologistas. Hoje, na função, assume o Dr. Flavio Trigo, acompanhando do vice-presidente Dr. Armando Abrantes, e dos diretores Dr. José Carlos Truzzi, Dr. Geovanne Furtado, Dr. Iderpol Toscano, Dr. Francisco Kanasiro, Dr. André Tomé, Dr. Roberto Juliano, Dr. Fernando Facio, Dr. Alexandre Cesar Santos, Dr. Vicente Nogueira e Dr. Geraldo Stefano.

Logo da SBU-SP com selo comemorativo dos 50 anos.
Logo da SBU-SP com selo comemorativo dos 50 anos.

A sociedade é referência em todo o Brasil, não apenas pelo número de membros associados e possibilidade de obtenção do título de especialista, mas pela excelência em que promove congressos e simpósios com o objetivo de proporcionar o aprimoramento das boas práticas da especialidade, baseado sempre nas diretrizes atuais da Associação Americana e Associação Europeia.

A cada ano reúne centenas de urologistas vindos de todo o País, em busca de atualização dos conhecimentos e novas tecnologias de tratamentos. Só em 2018, foram realizados 15 eventos pelo Estado, a exemplo do Congresso Paulista de Urologia, que sempre é bem avaliado pela comunidade médica e congrega renomados especialistas do mundo todo, motivo de grande satisfação para a diretoria e comissão organizadora.

Atualmente, no Estado de SP, mais de 4.500 mil urologistas estão em atividade, sendo 3.000 mil associados a SBU-SP.

Um pouco de história

Pelo que se sabe, e de acordo com registros históricos, o Estado de São Paulo foi um dos primeiros da Federação a ter uma seccional da Sociedade Brasileira de Urologia. Esse fato da história demonstra, por si só, a vanguarda e o pioneirismo que moveu e move toda essa classe desde os primórdios.

A título de curiosidade, poucos sabem que o ex-presidente do Brasil, Juscelino Kubitschek, que ocupou o cargo de 1956 a 1961, era médico e escolheu a Urologia para se especializar. A história deste importante personagem do cenário nacional está relatada no livro de Hélio Begliomini, intitulado “Juscelino kubitschek de Oliveira: patrono da Sociedade Brasileira de Urologia”.

Linha do tempo

Entre os feitos mais significativos realizados pela Seccional de São Paulo, destaca-se:

XV Congresso Brasileiro de Urologia (1973);

Aquisição de sede própria em 1980;

Criação do Órgão Oficial de Informações inicialmente denominado Boletim Informativo Urológico – BIU desde 1980 até os dias de hoje;

Interiorização de Cursos e Jornadas de ensino e reciclagem;

Início do Congresso Paulista de Urologia, realizado bienalmente desde 1990;

XXIV Congresso Brasileiro de Urologia desde 1993;

Inter-relacionamento com o Conselho Regional de Medicina (CREMESP) por meio da criação da Câmara Técnica de Urologia;

Resgate do acervo científico-cultural referente à galeria dos ex-presidentes, ao Jornal Brasileiro de Urologia, Boletim de Informações Urológicas e Boletim da Urologia.


Todo o trabalho desempenhado pela SBU-SP é norteado pelo respeito, ética e transparência; E esse é o espírito que move a atual diretoria e moveu as anteriores ao longo dessas décadas. Esse ideal, deixado pelos nossos primeiros fundadores, engaja a classe médica, que se dedica a essa nobre missão: levar saúde, qualidade de vida, longevidade e condições de tratamentos, não somente nos grandes centros, mas também nos periféricos.

Dentre as prioridades enquanto sociedade, oferecer aprimoramento para todos os associados e melhores condições de honorários, bem como a incansável defesa profissional. Além disso, promove a curadoria de conteúdo científico via seu órgão oficial de informações, o BIU com o objetivo de informar, atualizar, aprimorar e auxiliar todos os associados.

Já para o público leigo paulista, realiza campanhas de conscientização em todo o Estado, incentivando a busca por prevenção e o diagnóstico precoce, sempre reforçando a importância da orientação profissional vinda de um urologista.

Nesses 50 anos, você, urologista, também pode se sentir parte desse legado e protagonista na construção de uma Urologia representativa e comprometida. Aos colegas, o profundo respeito e admiração. Esses que equilibram seu tempo e seu dia a dia entre participações em congressos, consultas de consultório, cirurgias e a família.

Nosso muito obrigado,
Diretoria SBU-SP