Crise: Econômica e Afetiva

crise_economica_e_afetiva
A crise econômica sempre foi motivo de preocupação e incerteza. Nesses últimos meses essa situação vem piorando, basta observar o crescente número de pessoas desempregadas, principalmente nas grandes cidades.
Infelizmente, isso gera em grande parcela da população medo e perplexidade, dando às pessoas a sensação de viver como um elástico permanentemente esticado, isto é, pronto para arrebentar. E assim muita gente cada vez mais procura os consultórios de médicos e psicólogos, angustiadas com o aumento da pressão arterial, enxaquecas, problemas digestivos e compulsão a bebida e a comida, aumentando assustadoramente o número de pessoas obesas e suas conseqüências prejudiciais à saúde.Diante desse quadro, é difícil alguém ficar imune a esses distúrbios e estados de profunda tristeza e depressão, tornando as pessoas mais infelizes e sem esperanças.A vida afetiva, o companheirismo, a amizade ficam abalados nesses períodos estressantes. As mágoas e ressentimentos, até então superados, são reativados e voltam a comprometer a vida a dois, e a sexualidade deixa de ser um ponto de apoio e prazer passando a ser uma fonte de frustração. Os desentendimentos aumentam, a agressividade e a violência estão cada vez mais presentes no cotidiano das pessoas.

A ausência de desejo e outros distúrbios sexuais passam a ser queixas constantes nos consultórios, contribuindo para um número crescente de pessoas infelizes e insatisfeitas.

Uma boa conversa, se mostrar atencioso (a) com o (a) parceiro (a) é uma forma do casal, independente da idade, encontrar meios ou estratégias para reformularem planos e projetos de vida.

Cuidar da saúde preventivamente, evitar as drogas, começando por álcool, cigarro, tranqüilizantes e reservar um horário para exercícios e valorizar mais o lazer é uma forma de contribuir para uma melhora da qualidade de vida. Isso aumenta a admiração, estimula o contato físico e a sexualidade é reavivada nos dias atuais.

É através dessas estratégias que as crises passam a ser, mais facilmente superadas e dessa maneira contribuem para uma melhor sintonização com o lado positivo da vida. A vida afetiva e sexual: caminham juntas.

Related posts

Leave a comment

Comment